Embaixada da Suíça comemora o Bicentenário do Brasil em Brasília

BRASIL + SUÍÇA
200 anos juntos

No dia 07 de julho a Embaixada da Suíça no Brasil recebeu convidados suíços e brasileiros para celebrar a sua data nacional no ano do Bicentenário do Brasil. Na ocasião, foi inaugurada a exposição “Brasil + Suíça: 200 anos juntos”.

Entrada da Embaixada

A exposição foi baseada na historia de personalidades e instituições suíças que tiveram um impacto ao longo de dois séculos da história brasileira e das relações bilaterais. Antes de chegar ao local da festa os convidados passaram por um espaco de 150 metros, vivenciando as biografias e atividades desses suíços e suíços-brasileiros em suas respectivas
áreas: ciência, arte e cultura, economia e educação.

A exposição mostrou , além de contribuições significativas para o Brasil, exemplos da forte cooperação entre os dois países.
Entre as personalidades destacadas, estavam presentes no evento Ernst Götsch, cientista e agricultor, pai da agricultura sintrópica, e o casal Adriana e Alberto Eisenhardt fundadores da ” Associação Casa dos Curumins “, que desenvolvem projetos sociais no distrito
de Pedreira na grande São Paulo e também marcaram presenca.

Convidados suíços com trabalho expressivo no Brasil

A Banda dos Curumins, fruto do projeto “Casa dos Curumins “, animou a festa apresentando no palco, especialmente criado para a ocasião, um espetáculo musical vibrante. A banda possui um vasto repertório com releituras de clássicos brasileiros e outras canções autorais. O grupo em breve participará do Festival de Jazz de Lugano.

Banda Curumins

A atracão gastronômica foi o famoso queijo raclete suíço, servido com batatas assadas e na entrada da festa um stand do chocolate da marca Lindt presenteando os convidados.

No discurso proferido em português perfeito, o Embaixador Pietro Lazzeri falou da importância das relacões entre a Suíça e o Brasil e disse que se sente uma brasiliense candango por gostar muito de Brasília e do Brasil em geral. O público presente gostou muito da simpatia do diplomata.

Fonte: Fabiana Ceyhan – brasiliainfoco

Sobre Silvana Scorsin

Silvana Scórsin nasceu em 13/07/68, em Ponta Grossa- Paraná. Veio para Brasília em 1984 com um sonho: tornar-se uma grande executiva. Entrou na faculdade de Turismo aos 20 anos em 1992, depois fez pós em Gestão de Controle Empresarial, retornou a Faculdade para forma-se em Administração e partiu para a Argentina atrás do tão sonhado Mestrado de Gestão de Avaliação de Impacto Ambiental. Atuou com Chefe do Serviço de Turismo Receptivo da Secretaria de Turismo do DF, Ministrou Disciplina Teoria Geral de Administração para a Universidade de Desenvolvimento do Centro Oeste – UNIDESC. Atualmente é mentora com certificação internacional pela Global Mentoring Grup e escritora, autora do Livro "Meios Impressos versus Meios Eletrônicos, um enfoque sobre os impactos ambientais neste setor" palestrante e jornalista do site Radar Digital Brasília e jornalista responsável pelo Jornal Eletrônico CAPITAL EM FOCO. Coordenou uma equipe para a confecção de cadernos e um hotsite na Cobertura da RIO+ 20, para um grande grupo de Comunicação da Amazônia, onde atuou 31 anos na administração da Sucursal em Brasília, produzindo e apresentando o Programa “Conexão Brasília” com 26 vídeos que foram ao ar no portal do Grupo ORM. Credenciada nos Tribunais Regionais como Perita Ambiental e agraciada com o Premio IESLA - Instituto de Educação Superior Latino Americano - Produção científica 2019. Site: www.radardigital.com.br Twuitew @sscorsin Instagran: sscorsin
Esta entrada foi publicada em Política e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.