Pablo Marçal (PROS) realizou um encontro inédito com Embaixadores Africanos nesta quarta-feira.

Publicados15 de junho de 2022

Por Silvana Scórsin

Foto:  Pablo Marçal – Pré candidato a presidência da república – web

A coluna especial do CAPITAL EM FOCO, ” FOCO NO PODER – Eleições 2022″ ,  estreia com o  pré-candidato a presidência da República,  Pablo Marçal (PROS) que realizou um encontro inédito com Embaixadores Africanos nesta quarta-feira, dia 15, em Brasília. O candidato reafirmou seu compromisso também com outros países, com a  União Européia, América Latina e Mercosul para estreitar alianças internacionais.

Estiveram presentes, 14 Embaixadores de países da África, também parlamentares, autoridades e imprensa, no espaço do Restaurante Coco Bambu, no setor de Clubes Sul, em Brasília.

Pablo Marçal (PROS), pré candidato a presidência da república,   apresentou aos embaixadores o plano de governo voltado às relações internacionais com o continente africano para estreitamento das relações políticas e econômicas entre África e Brasil.  Marçal também ouvirá sugestões dos representantes de cada embaixada, viabilizando novas parcerias alicerçadas nos pilares da cooperação comercial, empresarial e para o desenvolvimento mútuo.

“Nós temos um carinho especial pela nação africana. Queremos ouvir os embaixadores e fazer deste um encontro com boas perspectivas para a África e para o Brasil”, afirma Marçal.

Pablo Marçal  é  cristão, filantropo, empreendedor imobiliário e digital, mentor, estrategista de negócios, especialista em branding e jurista por formação.Casado com Ana Carolina Marçal há mais de 13 anos é pai de 4 filhos e também escritor de mais de 25 livros. Diz apaixonado por gente e se destacou nos últimos anos por ensinar auto gestão, empreendedorismo e liberdade financeira, tornando-se um dos maiores nomes no mercado digital da América Latina.

Pablo Marçal –  pré candidato a presidência da república inicia sua vida política após ser confirmado como o nome do Pros, em 18 de maio e logo em seguida já aparecia com 1% na pesquisa Datafolha divulgada em 30 de maio, na frente de nomes com anos de experiência.

No encontro com os Embaixadores da África, Pablo Marçal respondeu à jornalista Silvana Scórsin sobre seus planos para empreendedores na África, em especial, ações para os jovens do Brasil.

Pablo Marçal: ” É uma questão muito forte, a Alemanha vai ser modelada, pois quando se entra na primeira fase de adulto na Alemanha, o jovem tem que fazer um trabalho social em algum lugar. Eu quero, como política pública fazer com que brasileiros façam intercâmbios e ajudem na reconstrução de países africanos, países muitos jovens na questão da independência, então é uma grande oportunidade do Brasil mostrar e ajudar culturalmente. Nós temos uma dívida sim com o povo africano, nossa civilização começou na África, então eu já tenho um compromisso humanitário e isso não é caso de política, pois nada é melhor do que começar falando com a África. Os jovens podem esperar políticas públicas voltadas para isso, assim como a Alemanha faz isso muito bem, os Estados Unidos, não chega no nível da Alemanha quanto a isso, mas a gente vai promover sim, envios de brasileiros em forma temporário para servir a nação Africana, para ver o quanto nosso país tem avançado depois da independência, nós temos uma independência de 1822, então a independência vai fazer  200 anos agora e temos que ajudar a reconstrução de países que foram duramente colonizados, como as nações Africanas, então, esse é um compromisso meu pessoal.

CAPITAL EM FOCO: Pablo, você falou em sustentabilidade e a África é em um dos continentes depósito de grande quantidade de lixo eletrônico e em alguns de seus países, como o Congo, existem polos extração de minérios fundamentais para a confecção de eletrônicos no mundo, mas que são praticados por crianças e de forma imprudente. Como você avalia essa questão, olhando também para o Brasil?

Pablo Marçal:   Todo o lixo é energia que está sendo desperdiçada, então, eu não posso falar como que a África vai agir com o lixo deles, mas assim como eu abri um canal de comunicação com os embaixadores, para eles serem conselheiros naquilo que a África tem de melhor, o que a África precisa avançar e que eles precisem de nós também, com certeza a gente vai mandar conselhos quanto a isso. Nós precisamos, não é de pensar e repensar o lixo, é preciso avançar nesse assunto, porque  assim como a gente não quer energia suja, a gente não pode desperdiçar  lixo, que lixo é combustível , então o Brasil vai avançar muito tecnologicamente em relação a tratativa com o lixo, e essas tratativas,  tudo que a gente tiver de avanço a gente vai servir as nossas nações irmãs, que são as nações africanas.

CAPITAL EM FOCO – Pelo seu discurso hoje, você tem um coração lá na África?

Pablo Marçal: Tenho o coração na África, eu amo de fato essas nações e tenho a ambição de reconstruir cidades, e desde quando pisei na África, a paixão pela minha nação aumentou muito, porque as vezes, você foca só sua  vida, em querer crescer como cidadão e acaba esquecendo das pessoas.

Esse encontrou durou a tarde toda e Pablo Marçal esteve gentil com todos os participantes. Ao lado da sua esposa, Ana Carolina Marçal, tirou fotos e atendeu a vários jornalistas e convidados.

Publicado em Política | Com a tag , , | Deixar um comentário

Azerbaijão organiza encontro com 22 especialistas de vários países. Brasil esteve presente.

A Universidade ADA organizou um Fórum sobre “Desenvolvimento no período pós-conflito no Sul do Cáucaso”, os convidados internacionais foram selecionados pelo Comitê Estadual de Trabalho com a Diáspora dirigido pelo Sr Fuad Muradov.

O evento contou com a presença de representantes de agências governamentais, 22 especialistas estrangeiros representando vários think tanks, universidades e meios de comunicação dos Estados Unidos, Alemanha, Grã-Bretanha, Brasil, França, Israel, Itália, Turquia, Geórgia e Grécia.

As discussões foram moderadas pelo vice-reitor da ADA University, Fariz Ismayilzade. A língua falada foi o Inglês.

O Assessor do Presidente da República do Azerbaijão – Chefe do Departamento de Política Externa da Administração Presidencial, Hikmet Hajiyev, falou aos participantes da mesa redonda sobre o papel de liderança do Azerbaijão no Sul do Cáucaso e sua participação em projetos de grande escala. Ele deu informações detalhadas sobre a reconstrução do trabalho, retorno dos deslocados às suas terras de origem e outras medidas tomadas pelo Estado.

O presidente do Comitê Estadual de Trabalho com a Diáspora Fuad Muradov disse que o trabalho feito para informar a comunidade internacional – a organização de visitas de historiadores, jornalistas e especialistas estrangeiros aos territórios liberados, as realidades do Azerbaijão, atos de vandalismo cometidos pela Armênia contra o patrimônio cultural da região. Ele informou sobre as atividades da diáspora do Azerbaijão para informar a comunidade internacional sobre o trabalho criativo e as relações do Comitê com organizações internacionais.

O Brasil foi representado pela Presidente da Abrajinter Jornalista Fabiana Ceyhan , que participou também de outros eventos relacionados ao assunto.

Jornalista Fabiana Ceyhan e Ministro do Comite da Diaspora Fuad Muradov

Fonte: Fabiana Ceyhan – brasiliainfoco

Publicado em Política | Com a tag , , | Deixar um comentário

“O DESCARTE CERTO É OBRA SUA” nova campanha da ADASA.

Móveis abandonados em locais descampados. Bueiros obstruídos. Entulhos, restos de obras e podas acumulados em terrenos baldios. São cenas que se repetem todos os anos no Distrito Federal. Só em 2021, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) retirou uma média mensal de aproximadamente 51 mil toneladas de entulhos das ruas do DF.

Isso representa um custo anual de mais de 28 milhões, com a remoção dos entulhos das vias públicas. Um recurso que poderia ser investido em outras ações de interesse público, se a população depositasse esses materiais nos locais corretos.

Diante disso, a Adasa lançará, nesta quarta-feira (8/6), uma campanha sobre o descarte de resíduos provenientes de pequenas obras. Com o mote “O descarte certo é obra sua”, a campanha tem como objetivo incentivar o uso dos papa-entulhos pela população do Distrito Federal. Alinhado ao tema da campanha, também será divulgado o segundo episódio do programa Entre no fluxo com a Adasa, realizado em parceria com a TV Câmara Distrital.

A ideia é promover os pontos de coleta voluntária de resíduos de construção, mais conhecidos como papa-entulhos, uma vez que além de poluir as ruas e causar impactos negativos ao meio ambiente, o descarte incorreto contribui para a proliferação de doenças.

“Como reguladora dos serviços de limpeza urbana, a Adasa edita as normas para garantir a qualidade da prestação desses serviços realizados pelo SLU, que tem feito um grande esforço para manter a cidade limpa, tendo em vista a quantidade de resíduos de obra e entulhos jogados em vias e áreas públicas. Entendemos que o cidadão também precisa fazer a sua parte e levar esses resíduos a um local autorizado e, por isso, lançamos a campanha. Para que as pessoas sejam incluídas nesse processo e orientadas a fazer o descarte corretamente.”, destacou o presidente da Adasa, Raimundo Ribeiro.

Tanto a campanha como o programa foram realizados em parceria com o SLU e apoiados pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Sinduscon-DF e sistema FIBRA, que diante da relevância do tema se dispuseram a usá-la e divulgá-la em seus respectivos meios de informação e eventos.

Com o descarte certo, o destino final dos resíduos recolhidos nos papas-entulhos, beneficiam a cidade, o meio ambiente e os catadores e cooperativas que reciclam o material.

Painel de Informações de Resíduos Sólidos

No mesmo dia, a Adasa também lançará o Painel de Informações de Resíduos Sólidos. A ferramenta – disponível no site institucional da Agência – apresenta de forma objetiva e acessível dados relacionados à gestão de resíduos sólidos urbanos no DF.

Na área de interação, o internauta encontrará um infográfico com os principais números sobre a operação e aspectos econômico-financeiros dos serviços prestados pelo SLU, além de um panorama do monitoramento das metas e indicadores definidos no Plano Distrital de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PDGIRS).

Desde 2018, a Adasa publica em seu sítio eletrônico o acompanhamento dos indicadores do PGDIRS por meio de relatórios. Para a superintendente de Resíduos Sólidos do órgão, Élen Dânia dos Santos, o novo formato permitirá que mais pessoas acessem dados que englobam desde a coleta até a disposição final dos resíduos.

“Vamos possibilitar, por meio de uma maneira mais didática e acessível, que os usuários conheçam essas informações sobre os resíduos sólidos que geramos no DF, e ao mesmo tempo, promover a sensibilização para índices que estão abaixo das metas estabelecidas no plano, como os da coleta seletiva.”, explicou.

Fonte: Assessoria de Comunicação ADASA

Publicado em Política | Com a tag , , | Deixar um comentário

Conselho de Desenvolvimento do DF e Entorno – CDDF – Um exemplo para a sociedade!

Por Silvana Scórsin

Com mais de três anos de fundação e plena atividade, o Conselho de Desenvolvimento do DF e Entorno – CDDF, presidido pelo Empresário e jornalista José Eugênio Piedade Rodrigues nasceu para ser a voz das demandas das regiões administrativas do Distrito Federal e Entorno. Presente nas Regiões Norte, Sul, Oeste e Centro da Capital Federal atua com corpo diretivo, escolhido “a dedo”, segundo o próprio Presidente, que escutam e compartilham com as comunidades, ações sistemáticas e integradas para a melhoria dos serviços sociais, bem como a incansável busca pela capacitação da população, em especial dos jovens carentes que requerem um olhar mais apurado sobre suas motivações e o desenvolvimento de seus talentos. 

O CDDF também realiza parcerias público privadas para concretização de vários programas que visam as melhorias e reestruturação  de projetos implantados com foco nas demandas  locais, sejam sociais ou ambientais. Foca também na busca por instrumentos que viabilizem o reconhecimento vocacional dos jovens.

O presidente do CDDF e entorno faz questão de agradecer e expressar gratidão aos políticos e parlamentares incentivadores para o crescimento do CDDF , sendo através de conselhos, orientações ou espaço físico, como: O Ex-Superintendente Federal de Agricultura do DF Bernardo Sayão, amigo e padrinho deste Conselho, O Secretário de Governo José Humberto e o Diretor Geral do DER Fauzi Nacfur que sempre atenderam as solicitações pleiteadas, os Deputados Distritais Julia Lucy, Claudio Abrantes, Leandro Grass, Jorge Vianna, Martins Machado, com a viabilização de emendas parlamentares para a execução dos projetos, cada um tem uma parcela pelo exito deste Conselho. (www.egnews.com.br).

Conheça abaixo, projetos idealizados pelo CCDF e entorno, sob a presidência de José Eugenio Piedade Rodrigues que tem avançado e colhido muitos resultados positivos, onde já estão implantados:

A luta é gigante, mas o Conselho se atualiza e fortalece a cada ação desenvolvida que traz mais motivação ao Corpo diretivo. O presidente José Eugênio Piedade Rodrigues é pré-candidato a uma vaga de Deputado Distrital  e reconhece que é um andar a mais como voz de todas essas regiões do DF e entorno que ainda precisam de programas e projetos sociais de implantação emergencial, os quais  irão modificar o pleno desenvolvimento socioeconômico de toda a população.

Publicado em Política | Com a tag , | Deixar um comentário

Assessoria Acadêmica

Você tem dificuldade em arranjar tempo, em produzir textos, encontrar um tema para seu Trabalho de conclusão de curso/TCC? Pois bem, você não é o único. Maioria das pessoas tem uma ou outra, ou todas as dificuldades para elaboração de um Trabalho de conclusão de curso, monografias, Teses e artigos científicos.

Então, seja qual for a sua dificuldade, você pode e deve contar com uma assessoria acadêmica, com mentoria específica para iniciar, melhorar ou modificar seus trabalhos.

Entre em contato pelo telefone : 61 9 .9978 61 98 e agende uma entrevista para análise de perfil.

Temos todas as ferramentas e experiência para assessorar nestes momentos de grande expectativa para fechar com chave de ouro a sua nova graduação, seja técnico, especialista ou mestre.

Lançamento Livro da Jornalista Silvana Scórsin
Publicado em Política | Com a tag , , | Deixar um comentário

Pilar Del Río, Carlos Reis e Augusto Silva discutem legado de José Saramago na Embaixada de Portugal

Postado por Silvana Scórsin

A Embaixada de Portugal no Brasil, a Fundação José Saramago e o Camões – Centro Cultural Português em Brasília, em parceria com a Cátedra Agostinho da Silva na Universidade de Brasília (UnB), celebram o Dia Mundial da Língua Portuguesa em Brasília e o centenário de nascimento de José Saramago com uma conversa aberta ao público sobre o legado do escritor, no dia 5 de maio, às 18h, no auditório Camões da Embaixada.

Conversa aberta ao público na Embaixada de Portugal em Brasília celebra centenário do autor no dia 5 de maio, Dia Mundial da Língua

O encontro reúne a jornalista e tradutora Pilar Del Río, presidente da Fundação José Saramago, e Carlos Reis, comissário do centenário, com a moderação de Augusto Silva Junior, coordenador da Cátedra Agostinho da Silva. A conversa partirá de um diálogo com a exposição de painéis “Voltar aos passos que foram dados”, patente no mesmo auditório.

Com proposta de estabelecer um trajeto pela biografia literária (biobibliografia) de Saramago, a conversa remeterá aos textos do autor, descritivos e imagens dispostas nos painéis temáticos elaborados pela Fundação José Saramago, afixados nas paredes laterais do Auditório Camões.

Segundo o professor Augusto Silva, o propósito do debate será fazer “uma verdadeira viagem pelas palavras e memórias de nosso Nobel”. Será, conjuntamente, uma celebração e uma reflexão contemporânea acerca do legado de Saramago. “Refletiremos sobre a sua atualidade neste novo milênio de pandemias e cegueiras. Também pensaremos o lugar de suas obras no Dia Mundial da Língua Portuguesa, bem como os percursos mais profundos de sua recepção a partir dos pensadores Pilar Del Río e Carlos Reis”

“Voltar aos passos que foram dados” constitui numa “viagem” pela vida e obra de Saramago que leva o visitante a (re)encontrar as obras e o legado cultural e cívico do escritor em 15 painéis. A seleção dos textos é de Carlos Reis e Fernanda Costa, aliados ao design de André Letria. Os painéis representam uma narrativa provocada por um desafio proposto pelo próprio autor no livro “Viagem de Portugal”: “É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre. O viajante volta já”.

Antes da conversa, às 17h, o público está convidado a prestigiar um concerto de chorinho com Reco do Bandolim & Grupo Choro Livre, na Escadaria da Embaixada de Portugal.

Este evento soma-se a outras iniciativas da Embaixada de Portugal e do Camões – Centro Cultural Português em Brasília, em homenagem ao centenário do autor e ao Dia Mundial da Língua Portuguesa. São elas a exibição do filme inédito “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, de João Botelho, no dia 27 de abril; e a exposição “A Bagagem do Viajante”, que estará patatente na Galeria Camões e nas estações do Metro-DF a partir de 5 de maio.

Publicado em Política | Com a tag , , | Deixar um comentário

Dia Mundial da Língua Portuguesa terá exposição em homenagem ao centenário do nascimento de José Saramago

“A Bagagem do Viajante” abre a 5 de maio, nas estações do Metrô-DF, e na Galeria Camões da Embaixada de Portugal “

A exposição “A Bagagem do Viajante” será inaugurada em Brasília no dia 5 de maio de 2022, numa celebração que une o Dia Mundial da Língua Portuguesa e o centenário do nascimento de José Saramago. Inspirada no livro de crônicas homônimo do autor português, a exposição inédita ilumina encontros de José Saramago com autores e artistas brasileiros como Jorge Amado, Oscar Niemeyer e Chico Buarque, mas também com os seus leitores no Brasil.

Em parceria com o Metrô do Distrito Federal, por meio do Escritório de Assuntos Internacionais do Governo do Distrito Federal (EAI/GDF) e da Secretaria de Educação do DF, a mostra proporciona uma verdadeira viagem pelo legado de Saramago. Para Carlos Reis, autor do texto introdutório desta exposição e comissário-geral para as comemorações do centenário do nascimento de José Saramago, a exposição aponta para a importância da viagem na obra saramaguiana. Ao viajar, Saramago “vai conhecendo pessoas, lugares e episódios, interage com o mundo e entrega aos leitores aquilo que aprendeu”, afirma Carlos Reis.

Cada um desses encontros está materializado em painéis apresentados em sete estações do Metrô, no percurso entre as estações Galeria e Samambaia Sul.

Na Estação Galeria, várias personalidades como Pilar del Río ou Valter Hugo Mãe estão a bordo da passarola, que seguirá viagem até ao Cine Brasília (106 Sul). Aí estarão artistas que desempenharam papéis de relevo em adaptações cinematográficas de obras de Saramago, como Alice Braga, em “Ensaio Sobre a Cegueira” e Chico Díaz, em “O Ano da Morte de Ricardo Reis”.

Em seguida, o viajante passará pela estação Shopping, onde encontrará personagens do romance Memorial do Convento. Já em Águas Claras estarão os escritores portugueses e brasileiros “Herdeiros de Saramago”: Afonso Reis Cabral, Andrea del Fuego, Gonçalo M. Tavares, Valter Hugo Mãe, Ondjaki, entre outros. A Praça do Relógio é o local de encontro com Lucio Costa e Oscar Niemeyer. Seguindo viagem, em Ceilândia Centro Saramago reúne-se com Jorge Amado e com a Bahia. O percurso termina em Samambaia Sul, ocasião do encontro com Sebastião Salgado e Chico Buarque.

Com apresentação e seleção de textos por Carlos Reis, “A Bagagem do Viajante“ reúne ilustrações da autoria de Pedro Amaral, Nathalie Afonso, Carlos Farinha e Mathieu Sodore, do coletivo português Borderlovers. “A exposição fala-nos de um escritor em viagem constante. E convida-nos a aceitar um desafio: sermos seus companheiros de viagem”, sintetiza Carlos Reis.

“A Bagagem do Viajante” é uma iniciativa da Embaixada de Portugal no Brasil e do Camões – Centro Cultural Português em Brasília, em parceria com o Escritório das Relações Internacionais do Distrito Federal, a Secretaria de Cultural do DF, a Representação da UNESCO no Brasil e o Metrô-DF.

Os trabalhos originais serão apresentados na Galeria Camões da Embaixada de Portugal no Brasil.

A exposição ficará patente até 31 de julho.

Serviço

A Bagagem do Viajante

Metrô-DF

De 5 de maio a 31 de julho.

Estações Galeria, Cine Brasília (106 Sul), Shopping, Águas Claras, Praça do Relógio, Ceilândia Centro, Samambaia Sul.

Na Galeria Camões

De 5 de maio a 31 de julho

Exposição dos trabalhos originais

Visitação de segunda a sexta, das 14h às 17h, mediante agendamento pelo e-mail: geral@institutocamoes.org.br.

Endereço: Embaixada de Portugal em Brasília, Avenida das Nações, SES, lote 2.

Acesso livre.

Publicado em Política | Com a tag , | Deixar um comentário

A Embaixada da Suíça convida delegação brasileira para uma viagem sobre sistemas alimentares sustentáveis na Suíça

A convite da Embaixada da Suíça e do Departamento Federal de Assuntos Estrangeiros Suíço, uma delegação brasileira visita o país de 1° a 6 de maio para vivenciarem os sistemas alimentares sustentáveis. A delegação é composta por representantes do Itamaraty, do Senado Federal, da Câmara dos Deputados, do Ministério de Agricultura, Pesca e Abastecimento (MAPA), do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e da Confederação Brasileira da Agricultura e Pecuária (CNA).

A agenda inclui visitas a agências governamentais, universidades e empresas que possuem iniciativas e programas que promovem a inovação alimentar na Suíça. Esses programas têm por princípio superar os desafios na alimentação, agricultura e nutrição, utilizando a ciência e tecnologia de ponta para um futuro mais sustentável. Dentre as mais esperadas visitas estão o Centro do Sistema Alimentar Mundial da Universidade de Zurique e ao Swiss Future Farm.

A sustentabilidade é uma prioridade para a governo suíço e para sua Embaixada em Brasília, que apoia vários projetos sobre o tema no Brasil. A cooperação com o Brasil, já forte no âmbito científico, comercial e de pesquisa e educação, tem se aprofundado também no campo da sustentabilidade através de programas conjuntos entre as nações amigas.

Delegação brasileira acompanhada pelo Conselheiro da Embaixada da Suíça, Martin Eggenschwiler, e por Peter Hafner, do Departamento Federal de Assuntos Estrangeiros, posam para foto.
Delegação Brasileira, Embaixador da Suíça no Brasil, Pietro Lazzeri, Embaixadora do Brasil na Suíça, Claudia Buzzi, na residência oficial do Brasil em Berna.


Fonte: Fabiana Ceyhan – brasiliainfoco.com

Share

Publicado em Política | Com a tag , , , | Deixar um comentário

OAB/DF E SEBRAE discutem Sistema penitenciário e capacitação

Foto: Ministério da Justiça/Gov.

A Comissão de Segurança Pública da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) realizou nesta quarta-feira (27/4) reunião inédita junto ao Sebrae/DF, que contou com a presença de representantes do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seape).

A presidente da Comissão, Patrícia Nunes Naves, juntamente com a vice-presidente, Ana Izabel e a secretária-geral, Gabriella Miranda, como advogadas experientes em Políticas Públicas Criminais, destacam que o trabalho do preso pode ser uma contrapartida para a sociedade no que se refere à produtividade de uma mão-de-obra que, mesmo tendo sua liberdade restringida, consegue manter-se ativa e colaborar com os fluxos da comunidade em que o presídio está inserido. Além disso, o atendimento aos presos de forma geral tem também a finalidade de os reinserir na sociedade quando eles se tornarem egressos do sistema e, caso haja sucesso, serão indivíduos que não reincidirão criminalmente e nem darão reentrada nas unidades, o que beneficia toda a Segurança Pública.

Na ocasião, foi apresentado pelo secretário do Seape, delegado Wenderson Teles, o panorama referente ao estudo e à profissionalização dos presos nas unidades do DF, o qual carece de fomentação e avanço, ressaltando que a presente oportunidade irá ampliar o trabalho da Secretaria em atuar com cooperativas no desenvolvimento de trabalhos artesanais, além de possibilitar um uso eficiente de notebooks e televisores já destinados pela Secretaria, para a capacitação e profissionalização dos detentos.

Foi destacado pela coordenadora de Trabalho e Renda do Depen, Pollyane Laura, e pelo conselheiro do CNPCP, Diego Mantovaneli, que há disponibilidade de mais de R$ 46 milhões para convênios do Programa de Capacitação Profissional (Procap), mas que muitas vezes não são destinados por falta de projetos que atendam a finalidade do recurso. Ressaltam que essa iniciativa irá beneficiar, além do DF, cuja população carcerária ultrapassa 16.000 presos, todo o sistema penitenciário do Brasil, servindo, inclusive, como modelo para os demais estados do País.

A proposta foi recebida com entusiasmo pela diretora técnica do Sebrae/DF, Rose Rainha, que vislumbrou o avanço do empreendedorismo e fomento para uma parcela da população que se mantinha à margem desse tipo de capacitação, bem como apresentou perspectivas de cursos a serem aplicados como o Empretec, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), e o Educação Empreendedora, em parceria com a Secretaria de Educação do DF.

A partir desse marco inicial será possível construir o projeto-piloto para alcançar a ampliação e qualificação da oferta de vagas de trabalho, ao empreendedorismo e a formação profissional das pessoas presas e egressas do sistema prisional.

Comunicação OAB/DF

Publicado em Política | Com a tag , , , | Deixar um comentário

PREMIO MULHERES RURAIS ESPANHA RECONHECE

Coletivos de mulheres de Alagoas, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul foram os vencedores da primeira edição do Prêmio Mulheres Rurais – Espanha Reconhece. O objetivo do concurso é dar destaque às experiências que incentivem a autonomia econômica das mulheres rurais para promover a igualdade de gênero, aumentar a visibilidade delas e valorizar a diversidade como matriz do desenvolvimento econômico, social e cultural.

Entrega dos prêmios às produtoras rurais representantes dos coletivos vencedores, na Embaixada da Espanha

Entrega dos prêmios às produtoras rurais representantes dos coletivos vencedores, na Embaixada da Espanha

O Prêmio é promovido pela Embaixada da Espanha junto às representações no Brasil do IICA, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e da ONU Mulheres.

Lançado em outubro do ano passado no Brasil, no marco do Dia Internacional das Mulheres Rurais (15/10), o Prêmio Mulheres Rurais – Espanha Reconhece recebeu 482 inscrições de coletivos de mulheres que trabalham pela autonomia econômica das produtoras. Foram inscritos projetos de agricultoras, pescadoras, indígenas, quilombolas e extrativistas de todos os estados brasileiros, principalmente dos estados do Nordeste, que têm grande parte do território inserido no Semiárido, que concentra elevados índices de pobreza rural.

As mulheres produzem cerca da metade dos alimentos e representam o 43% da mão de obra agrícola, mas ainda têm seu papel e importância negligenciados e estão fora dos principais espaços de decisão. No geral, as mulheres no campo também

O embaixador da Espanha, Fernando Garcia Casas, entrega o prêmio às representantes
do projeto Mulheres em Ação de Jequiá da Praia (AL) – 1º lugar

O embaixador da Espanha, Fernando Garcia Casas, entrega o prêmio às representantes

do projeto Mulheres em Ação de Jequiá da Praia (AL) – 1º lugar

têm mais dificuldade de acesso à terra, ao crédito e a cadeias de alto valor, essenciais para sua subsistência e para o bem-estar das comunidades.

Trabalhar pela igualdade entre mulheres e homens no campo, reconhecendo o papel delas como beneficiárias e agentes para o desenvolvimento sustentável, é fundamental para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

“A Covid 19 mostrou que as crises são sofridas com particular incidência pelos grupos mais desfavorecidos, como mulheres e meninas. Quero destacar o compromisso da Espanha nesta área. Somente a liderança feminina e a participação das mulheres em igualdade de condições na vida política, econômica e social alcançarão a verdadeira transformação de nossos países. Não devemos esquecer que feminismo, paz e justiça social são inseparáveis”, disse o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando Garcia Casas. “A maior semente transformadora do campo é a igualdade”, completou.

Em sua fala, a representante da ONU Mulheres no Brasil, Anastasia Divinskaya, chamou a atenção para a falta de reconhecimento ao trabalho das trabalhadoras do campo.

“As mulheres rurais têm um papel central para a agricultura mundial e ainda sim possuem acesso limitado a terras, água e renda, o que é uma violação dos seus direitos humanos básicos. Isso é consequência da falta de reconhecimento do trabalho, muitas vezes não remunerado, desempenhado por essas mulheres, o que leva a sua invisibilização e desvalorização. Portanto, é imprescindível que se invista na autonomia econômica das mulheres rurais, de forma a promover o trabalho decente e o acesso equitativo a recursos, bem na como proteção de seus direitos ao incentivar sua liderança e participação na construção de leis e políticas que afetam as suas vidas”, afirmou.

“Na América Latina, estima-se que cerca de 40% das mulheres que vivem no campo não têm renda própria. No caso dos homens, são 14% nesta situação. Além disso, menos de um terço das mulheres rurais possuem a titularidade da terra em que elas moram. Outro desafio que temos que superar é ausência de reconhecimento ao trabalho realizado pelas mulheres”, disse Gabriel Delgado, representante do IICA no Brasil.

A premiação acontece em um momento chave para a recuperação pós-covid-19. Segundo a FAO, os efeitos da pandemia incidiram de maneira desproporcional na capacidade produtiva, reprodutiva e de geração de renda das mulheres rurais, porque tende a reduzir suas oportunidades econômicas e acesso a alimentos nutritivos, ao mesmo tempo em que aumenta sua carga de trabalho e intensifica a violência de gênero.

“Fortalecer a liderança feminina no campo e desenvolver ações afirmativas é chave para um mundo pós-pandemia com maior promoção da autonomia econômica, eliminação da pobreza, aumento da produtividade, igualdade de acesso aos mercados e maior segurança alimentar e nutricional. Só assim seremos capazes de transformar verdadeiramente nossos sistemas agroalimentares”, explicou Gustavo Chianca, representante adjunto da FAO no Brasil.

Parcerias – O concurso contou com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), do Serviço Social do Comércio (Sesc) e da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) e da Rural Commerce, e com o patrocínio das empresas espanholas Acciona, Indra, Mapfre, Josep Llorens e Cmr Fruits.

Conheça os coletivos vencedores

1º Lugar – Mulheres em Ação de Jequiá da Praia – AL. Mais de 50 mulheres envolvidas

O grupo Mulheres em Ação de Jequiá da Praia, em Alagoas, articula um empreendimento sustentável voltado para a melhoria da qualidade de vida de pescadoras, marisqueiras e artesãs nas comunidades ribeirinhas. Uma de suas atividades é o reaproveitamento do resíduo do siri, que promove a segurança alimentar e tornou-se fonte de renda e referência no município. O projeto também contribui para despoluir a lagoa de Jequiá por meio da coleta dos resíduos. “Ainda não estou acreditando que ganhamos esse Prêmio”, confessou Eliane Faria de Souza, de 41 anos (à esquerda). Ela conta que soube do concurso em um grupo de que participa no whatsapp. “Assim que soubemos que tiramos o primeiro lugar, juntamos 40 mulheres da comunidade”, contou Josineide Pereira, 42 anos, ambas produtoras rurais do projeto vencedor. Elas contam que, com o dinheiro da premiação, pretendem comprar um barco a motor e um freezer para o projeto;

2º Lugar – Associação Comunitária dos Produtores Panelinhenses (ASCOPPA) – Miravania – MG. Quase 10 mulheres envolvidas

Por meio da colheita de frutas e da produção artesanal de alimentos como sucos, queijo e doces, a Associação Comunitária dos Produtores Panelinhenses fortalece a economia local e contribui para reduzir a insegurança alimentar de dezenas de famílias. Além da oportunidade d a geração de renda, o empreendimento incentiva mudança de hábitos alimentares e promove práticas sustentáveis no reaproveitamento das sementes das frutas. “Fiquei muito surpresa. Nos inscrevemos com a ajuda de um amigo e da Emater, mas não esperava estar estre as vencedoras”, disse Marineide Alves Santos, de 41 anos (à direita). “Estamos nos sentindo uma celebridade. Há 15 dias, comentei que tinha o sonho de viajar de avião e hoje estou aqui e vim a Brasília de avião pelo projeto. Estou muito feliz”, comemorou Raimunda Pereira Nascimento, de 60 anos, ambas trabalhadoras do Ascoppa.

3º Lugar – Associação das Mulheres da Terra (ASMUTER) – Terrenos – MT. Perto de 30 mulheres envolvidas

Com olhar inovador para a realidade do desperdício de alimentos durante a pandemia, o grupo Mulheres da Terra se uniu para discutir as possibilidades de transformar o desperdício de frutas, legumes e verduras que acontece no hortifrúti em oportunidade. A iniciativa virou fonte de renda para as mulheres engajadas no projeto e hoje conta com a participação de 20 famílias que trabalham para o reaproveitamento de alimentos. “O valor que recebemos é importante para o projeto, mas ainda mais importante é o reconhecimento que pode chegar a ser internacional”, contatou Dalvina Helena Souza, de 59 anos (à direita). “A visibilidade é o que nos causa mais emoção”, completou Cleonilda Rodrigues, de 50 anos. Elas contaram que pretendem usar o dinheiro do prêmio para adquirir um ar condicionado para o local de trabalho e investir em serviço social.

Premiação

Para as três vencedoras, a premiação consiste em valores destinados a melhorar o empreendimento. O primeiro lugar recebeu R$ 20 mil, o segundo, R$ 10 mil e o terceiro, R$ 5 mil. Além dos recursos financeiros, a premiação inclui aos três primeiros colocados:

– Acompanhamento e assistência técnica ao empreendimento – por parte da ASBRAER/RURAL COMMERCE;

– Um notebook HP;

– Um ano de uso gratuito da Plataforma Rural E-commerce;

– Um curso, na modalidade ensino à distância, voltado para o empoderamento pessoal e econômico das mulheres rurais – por parte da OEI;

– Publicações técnicas das instituições promotoras relacionadas às questões de gênero;

– Certificado de reconhecimento internacional.

Sete coletivos finalistas receberam uma menção especial e terão direito a um curso, na modalidade ensino à distância, voltado para o empoderamento pessoal e econômico das mulheres rurais – por parte da OEI, um certificado de reconhecimento internacional e publicações técnicas das instituições promotoras relacionadas às questões de gênero, igual que todas as iniciativas válidas apresentadas. Os coletivos são os seguintes: Rede Mães do Mangue (PA), Guardiãs do Cacau (PA), Sacolas Camponesas (PR), Mulheres do GAU – Agricultura e Culinária Orgânica (SP), Empório da Chaya (RJ) Mulheres quilombolas: luta e resistência no Quilombo Peropava (SP), Produção Artesanal de Azeite de Babaçu: Grupo de Mulheres e Extrativistas de Centro do Coroatá (MA).

A cerimônia de premiação contou com a moderação da jornalista e militante feminista Mara Régia, que chegou a ser indicada ao Nobel da Paz em 2005. Ela é produtora e apresentadora do tradicional programa Viva Maria, da Rádio Nacional, transmitido há 40 anos para nove estados da Amazônia Legal.

Fonte: Coordenação de comunicação do IICA Brasil

Publicado em Política | Com a tag , , , | Deixar um comentário